Já fez download da nossa app? Clique aqui!
Change Language


CASTRO LABOREIRO pertence ao concelho de Melgaço e esta situado no Parque Nacional da Peneda-Gerês. Tem ao seu dispor um dos mais ricos patrimónios pré-históricos do país entre os quais gravuras e pinturas rupestres, rondando pelos 120 Dólmenes (datados de há 5000 anos) e Cistas (monumentos megalíticos funerários).
 
Do seu património histórico e arquitetónico, destaca-se um tipo próprio de construções castrejas: o Castelo de Castro Laboreiro – que está classificado como monumento nacional; a Igreja Matriz de Castro Laboreiro, o Pelourinho de Castro Laboreiro, datado do século XVI, este está classificado como imóvel de interesse público; várias igrejas medievais; os fornos comunitários; os espigueiros; e os moinhos.
 
Castro Laboreiro sendo uma das aldeias mais emblemáticas do Parque Nacional da Peneda Gerês, em grande parte ao isolamento que sofreu no passado, o qual permitiu que chegassem intactos nos nossos dias, aspetos do património histórico e cultural da aldeia, como a arquitetura, a paisagem e o modo de vida das suas gentes, ainda hoje marcado por um forte espírito comunitário.
 
Está localizada no cimo da montanha, a mais de mil metros de altitude, levou a que os castrejos defendessem os seus costumes, e tradições de todas as influências exteriores, e que ainda hoje persistem. Uma dessas tradições é a das inverneiras (lugares de inverno) e das brandas (lugares de verão). A meados de Dezembro, com a chegada do frio e dos nevões, as populações de Castro Laboreiro pegam nos seus pertences, utensílios caseiros e de lavoura e ‘tangendo o gado, migram em massa para os vales, onde possuem uma segunda casa e uma segunda aldeia.’. E ficam nas Inverneiras, abrigados do frio, até meados de março.
 
No Núcleo Museológico de Castro Laboreiro é possível conhecer os hábitos, costumes e tradições dos castrejos. Terra onde as mulheres eram conhecidas como as ‘viúvas dos vivos’, uma vez que os maridos, filhos e netos emigravam em busca de condições de vida melhores no estrangeiro.
 
É uma região de grande beleza, serpenteada pelo rio Laboreiro, que é atravessado por inúmeras pontes representativas das épocas romana ou medieval, das quais sobressaem a Ponte da Dorna, a Ponte da Capela, a Ponte Nova ou da Cava Velha e a Ponte Velha.
 
Castro Laboreiro é também conhecido pelo seu fumeiro e enchidos, confecionados de forma tradicional, por mãos hábeis e com o saber de anos e anos.
 
O Cão de Castro Laboreiro, trata-se de uma raça autóctene e muita conhecida por defender o gado do grande predador, o Lobo Ibérico, conhecido pela sua rusticidade, caráter e nobreza desde tempos idos.


Alojamentos em

Já fez download da nossa app?

Conheça a região do Alto Minho e do Parque Nacional Peneda-Gerês. Desde locais históricos, como cascatas, lagoas, moinhos...

Google Play App Store
App