Já fez download da nossa app? Clique aqui!
Change Language




O Garrano

O cavalo em Portugal já é referenciado desde 17000 anos AC tendo já sido encontradas pinturas e gravações pré históricas .
O garrano significa “ Cavalo Pequeno” e é um dos raros verdadeiramente selvagens no planeta . 
O Garrano apesar da sua pequena  estatura  145 cm e um peso máximo de 190 kg,   desde de sempre que foi aproveitado pela população para realizar as tarefas mais árduas: desde de carregar madeira, desempenhar tarefas agrícolas, servia de locomoção para sítios íngremes e a o seu maior papel foi durante a segunda guerra mundial que foi usado para carregar minérios das minas mais recônditas no norte de Portugal. 
 
Em 1943 o sub-secretária do de Estado da Agricultura levou à constituição de um grupo de 21 Garranos para a preservação da raça em liberdade. Para que a mesma não se extingue- se devido ao cruzamento.
No período do cio as fêmeas acompanham permanentemente o garanhão, que mantém a coesão do grupo. Na época de combates os machos enfrentam-se pela posse do harém, lutando a coice e à dentada. Os potros são depois acompanhados e cuidados pelas fêmeas.
 
Um dos piores inimigos dos Garranos é o Lobo-ibérico, levando, normalmente, os cavalos a adoptarem um sistema defensivo em círculo com as crias no interior, repudiando os ataques dos lobos a coice. Muitas vezes os lobos atacam quando as fêmeas estão a parir, altura em que se encontram bastante indefesas, tal como acontece quando atacam outras espécies, e a cria pode ser "caçada"ainda antes de acabar de nascer.
 
Actualmente em Castro Laboreiro consegue se avistar com alguma facilidade alguns grupos de garranos em estado selvagem, sobretudo no Planalto de Castro Laboreiro, sendo este um refúgio/santuário para os mesmos. 

 



Já fez download da nossa app?

Conheça a região do Alto Minho e do Parque Nacional Peneda-Gerês. Desde locais históricos, como cascatas, lagoas, moinhos...

Google Play App Store
App